Seminário sobre a Análise sócio-histórica do racismo como objecto de pesquisa no Serviço Social

O Instituto Superior Miguel Torga promoveu no dia 27 de outubro um Seminário com Vitória Régia Izaú

Texto, Fotografia e Vídeo: DCA

O Instituto Superior Miguel Torga no âmbito da Unidade Curricular “Pensamento e Teoria em Serviço Social” da 15ª edição do curso de mestrado em Serviço Social, convidou Vitória Régia Izaú a realizar um Seminário sobre a Análise sócio-histórica do racismo como objeto de pesquisa no Serviço Social.

Vitória Régia Izaú é doutoranda em Educação pela FAE/UFMG, bolseira CAPES do Projeto de Intercâmbio Abdias Nascimento. Assistente Social pela Universidade da UERJ. Docente com experiência na Coordenação de cursos de graduação em Serviço Social e na coordenação de curso de pós-graduação Lato-Sensu em Gestão do Trabalho com Famílias. Docente externo do Curso de Pós-graduação em Saúde do Adolescente da Faculdade de Medicina da UFMG, Docente externo do Programa de Mestrado Profissional em Promoção da Saúde e Prevenção da Violência onde co-orienta pesquisa de sobre a população em situação de rua e a saúde. Atualmente desenvolve a tese intitulada: Insurgências urbanas na perspectiva de ativistas em Belo Horizonte, no Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. É ativista do coletivo “Pretas em Movimento” na cidade de Belo Horizonte, Brasil.

A organização do evento esteve a cargo da docente da Unidade Curricular “Pensamento e Teoria em Serviço Social” da 15ª edição do curso de mestrado em Serviço Social, Alcina Martins.

Som do Seminário com Vitória Régia Izaú:

{podcast Seminário com Vitória Régia Izaú}

Veja algumas fotografias do evento:

{gallery}2017_2018/20171027_seminario_racismo{/gallery}

Testemunho de Vitória Régia Izaú :

{youtube}nPKVgJAZWBo{/youtube}

Partilhe em:
X